Informação proveniente do site www.toyotacaetano.pt, em 12-12-2017.
TOYOTA GAZOO Racing preparada com três Yaris WRC para o Rali de Portugal Imprimir
 


TOYOTA GAZOO Racing preparada com três Yaris WRC para o Rali de Portugal
 
A TOYOTA GAZOO Racing chega ao Rali de Portugal (18-21 de Maio) para acelerar o desenvolvimento do Yaris WRC nesta que é a sua primeira temporada no Campeonato do Mundo de Ralis (WRC) da FIA. Graças a algumas etapas emblemáticas do rali que são igualmente tecnicamente exigentes, Portugal vai, como de costume, ser um rali extremamente difícil, no entanto, a equipa Toyota está preparada para competir e continuar a melhorar o Yaris WRC. Pela primeira vez, desde que regressou ao WRC, a Toyota Gazoo Racing vai alinhar com um terceiro Yaris, com Esapekka Lappi a juntar-se a Jari-Matti Latvala e Juho Hänninen para a sexta prova desta época, quando se celebram os 50 anos do Rali de Portugal.

O Rali de Portugal conta com novidades e alterações em oito dos onze troços. A base permanece na Exponor, em Matosinhos, local definido para verificações administrativas e técnicas, parque de assistência da TOYOTA GAZOO Racing de onde partem e regressam os Yaris WRC dos vários troços sinuosos em gravilha que tornam o Rali de Portugal um dos preferidos do calendário do mundial de Ralis. Para a equipa, a variedade de pisos torna a escolha dos pneus um grande desafio, onde é necessário por vezes encontrar uma solução de compromisso.

Na quinta-feira de manhã, Paredes mantém-se como palco do Shakedown antes da partida da prova em Guimarães: Dali os Yaris WRC seguem para Lousada, para a Super Especial que será o primeiro momento de competição dos três Yaris WRC. Sexta-feira conta com novos troços no Minho e termina com a dupla classificativa na cidade de Braga – A Braga Street Stage. Sábado é o dia mais longo com 154,56 quilómetros, incluindo duas passagens da etapa de Amarante de 37,55 quilómetros e a grande novidade do dia em Cabeceiras de Basto. Domingo, contará com dois novos troços em Luílhas e Montim, para além da emblemática dupla passagem de Fafe-Lameirinha, a ultima das quais no formato Power Stage

Latvala, que dá início ao Rali de Portugal no segundo lugar do Campeonato de Pilotos, venceu em Portugal em 2015. Hänninen competiu no ano anterior, em 2014, quando o Sul do país era palco do Rali. Logo as etapas do Norte do país são todas uma novidade. Lappi faz a sua estreia no WRC em Portugal, no entanto, tem boas recordações das provas em terras lusas uma vez que foi em Portugal que alcançou a sua primeira vitória na categoria WRC2, em 2013, para depois se sagrar campeão WRC2, no ano passado.

Para mais informações consulte ficheiro anexo